Backlink: o que é e como conseguir links para o seu site?

Você já tem um site publicado, escreve conteúdos para o blog e otimiza as páginas com técnicas de SEO… Mas seus links ainda não estão no topo do Google? Então, é hora de entender a importância do backlink mostrar sua autoridade ao Google.

Backlinks são links vindo de outros sites, que mostram ao buscador a relevância dos conteúdos que receberam a referência. Afinal, elas foram recomendadas para os usuários, que podem acessar novos conteúdos e ampliar seu conhecimento. E, quanto mais backlinks elas receberem de outros sites de qualidade, mais elas tendem a subir no ranking do Google.

A seguir, vamos entender melhor o que é um backlink e qual a sua importância para as estratégias de SEO e link building. Acompanhe!

O que é backlink?

Backlink é uma referência que um site faz para o seu site, com a intenção de recomendar seu conteúdo aos visitantes. Também pode ser chamado de inbound link ou link de entrada.

Links (ou hiperlinks) são a forma mais básica de conexão entre páginas, documentos e imagens no meio virtual. Eles formam a grande rede mundial que conhecemos como World Wide Web, ou apenas web.

São os links que fazem as pessoas circularem de uma página a outra e acessarem novos conteúdos na web. Por trás das páginas, são eles também que guiam os robôs de mecanismos de busca na procura por novos conteúdos. Nesse processo, eles também identificam quais páginas são mais relevantes e merecem uma melhor classificação no ranking.

Estamos falando de links, mas este artigo é sobre backlinks. Qual a diferença, então? Backlinks geralmente se referem apenas a links externos, entre sites diferentes, enquanto os links valem para qualquer ligação, interna ou externa.

Então, receber vários backlinks ajuda a mostrar ao Google que o seu site é relevante, já que recebeu menções em vários outros sites. Além disso, é uma forma eficiente de ganhar tráfego e atrair potenciais clientes ao negócio.

Para construir a sua rede de backlinks, você deve traçar uma estratégia de link building. Como você vai ver, essa estratégia mira não apenas no número de backlinks, mas também na qualidade. Mais adiante você vai entender por quê.

A anatomia de um backlink

Para você entender melhor o que é um backlink, vamos analisar como ele aparece nas páginas e nos códigos.
Geralmente o backlink aparece em forma de texto (mas também pode ser em uma imagem ou botão, por exemplo).

Por trás desse texto, existe um código que informa aos navegadores e robôs qual é a página de destino — ou seja, o que o usuário vai acessar ao clicar nele.

Esse código tem uma estrutura básica, que exemplificamos assim:

<a href=”https://www.exemplo.com/”>Exemplo</a>

Nesse caso, a palavra “Exemplo” é o texto-âncora, que aparece para o usuário clicar. Já a URL “https://www.exemplo.com/” é a página em que ele vai cair.

Veja um exemplo na prática. No nosso site, o link aparece assim para o visitante:

Texto âncora de um backlink

Ao clicar em “gerar tráfego orgânico”, o usuário vai para outra página, que trata sobre esse assunto. No código da página, esse trecho aparece assim:

Código html de backlink

Mas esse código pode se tornar um pouco mais complexo. É possível adicionar atributos ao link, que trazem comandos e informações relacionadas.

Você pode, por exemplo, solicitar que o link abra em outra janela (target=”_blank”) ou informar que o backlink é patrocinado (rel=”sponsored”). Nesse caso, o código do backlink ficaria assim:

<a href=”https://www.exemplo.com/” target=”_blank” rel=”sponsored”> Exemplo</a>

Existem ainda outros atributos para o backlink. Mais adiante, vamos entender o que eles significam e como influenciam na estratégia de SEO.

Qual a importância do backlink?

Backlinks são essenciais na estratégia de SEO, mas também trazem benefícios para a marca como um todo. Vamos ver agora por que receber backlinks é importante no marketing digital e no branding:

Gerar autoridade para o site

Backlinks são básicos para o funcionamento dos mecanismos de pesquisa. Foi com eles, aliás, que o Google revolucionou o sistema de buscas da web.

Quando surgiu, o Google criou o algoritmo PageRank. Até então, os buscadores utilizavam uma classificação em ordem alfabética, em categorias ou baseada nos conteúdos da página, em correspondência com os termos que os usuários pesquisavam. O PageRank, então, passou a considerar também a relação entre os sites por meio de links.

A intenção do Google era identificar não apenas quais páginas correspondiam às buscas dos usuários, mas também quais tinham as melhores respostas. E, para isso, o algoritmo analisava os links que uma página recebia de outros sites — os backlinks.

Para o Google, backlinks são como votos de confiança de um site para outro. Criar um backlink significa que você endossa e recomenda o conteúdo aos seus leitores. Portanto, quanto mais backlinks uma página recebe, mais pessoas recomendam o seu conteúdo.

Isso significa que a página tem autoridade e merece estar entre os primeiros resultados da busca, para entregar uma boa resposta ao que o usuário procura. Esta é a principal função do backlink em SEO: gerar autoridade para a página.

Gerar tráfego de referência

O backlink não serve apenas para o robô do Google. Ele também leva os usuários de um site a outro, para que acessem novos conteúdos na web. Portanto, o backlink também contribui para aumentar o tráfego.

Os visitantes que vêm de outros sites por meio dos backlinks são chamados de tráfego de referência. É interessante perceber que o tráfego de referência é bastante qualificado, já que as pessoas chegam até o site por meio de uma recomendação. Portanto, é provável que elas gostem do seu conteúdo e criem uma relação com a sua marca.

Melhorar a experiência do usuário

A intenção do backlink não é só jogar o usuário de um site para o outro. Um backlink bem feito procura oferecer um conteúdo de qualidade ao visitante, que tenha relação com o assunto da página em que está inserido e que expanda o seu conhecimento.

Portanto, ele também é capaz de qualificar a experiência do usuário enquanto navega pela web e busca respostas para as suas dúvidas.

Aumentar o reconhecimento da marca

Por fim, podemos pensar nos benefícios do backlink para a marca como um todo. Afinal, backlinks para o seu site podem estar por toda a web. Assim, eles ajudam a aumentar o alcance e o reconhecimento da marca pelo público. Isso já fortalece o branding.

Pense também que o clique em um backlink pode ser o início de um relacionamento entre a sua marca e um potencial cliente. No futuro, essa relação pode resultar em vendas, fidelização e outros resultados de negócio.

Quais os tipos de backlinks?

Existem diferentes tipos de backlinks, conforme os atributos que eles recebem. Dependendo do tipo, o backlink pode levar diferentes informações ao Google e impactar os resultados do link building. Entenda a seguir quais são eles:

Backlink dofollow

Backlinks dofollow são aqueles que transmitem a autoridade de um site para o outro. Os robôs de busca podem entender o backlink como um voto de confiança e atribuir pontos à URL de destino no processo de ranqueamento.

Na estratégia de link building, o ideal é conseguir backlinks dofollow para que o seu site ganhe autoridade de outros sites. Mas perceba que, para isso, você precisa receber menções de sites que sejam relevantes para o Google, de maneira que o buscador entenda também a sua relevância.

Por padrão, todos os links e backlinks são “dofollow”. Então, esse atributo não precisa estar no código do link para ele ser considerado um “dofollow” — esse termo serve apenas para diferenciar do “nofollow”, que vamos explicar a seguir.

Backlink nofollow

Backlinks nofollow (rel=”nofollow”) não transmitem a autoridade de um site para o outro.

O visitante da página vê o link e pode clicar nele normalmente. Portanto, o backlink gera tráfego de qualquer forma. Porém, os robôs recebem a indicação de que não devem considerar aquele link no ranqueamento da página. Portanto, o atributo nofollow indica que aquele backlink não é um voto de confiança.

Esse comando foi criado pelo Google em 2005. A intenção era prevenir práticas de spam em comentários de blogs, que alguns sites usavam apenas para divulgar seus links e aumentar sua autoridade artificialmente. Mas o Google está preocupado com a experiência do usuário, e essas práticas eram prejudiciais.

Por isso, os links que aparecessem nessas áreas receberiam automaticamente a tag nofollow. Mais adiante, links de fóruns, diretórios e outras fontes que fossem manipuláveis pelos usuários também passaram a usar o nofollow.

Atualmente, o nofollow é uma forma de não associar seu site a páginas duvidosas, para as quais você não quer transmitir qualquer tipo de endosso.

Leia também o nosso post completo sobre a diferença entre link Dofollow e Nofollow que vão fazer você entender claramente como o Google trata esses links.

Backlink sponsored

Backlinks sponsored (rel=”sponsored”) identificam links que foram negociados. Eles podem fazer parte de anúncios, patrocínios, programas de afiliados ou acordos entre sites.

Antes da criação desse atributo, o Google recomendava que links patrocinados fossem nofollow, para sinalizar que não eram esquemas de links. Afinal, o buscador quer que backlinks surjam naturalmente, pela qualidade do conteúdo e pela experiência do usuário. Se o Google entender que você quer manipular o algoritmo com links pagos, ele pode penalizá-lo.

Já em 2019, o Google criou novos atributos para entender melhor a natureza dos links inseridos nas páginas, em vez de ignorá-los totalmente.

Agora, esses atributos são entendidos como “dicas” para os robôs, em vez de “comandos”. Portanto, os links que adotarem a tag sponsored podem ser considerados no ranqueamento, dependendo da avaliação do Google. Mas o buscador informa que, na maioria dos casos, eles vão continuar a ser ignorados.

Backlink ugc

Backlinks ugc (rel=”ugc”) identificam links que foram inseridos por usuários, não pelo administrador do site. UGC significa User Generated Content ou conteúdo gerado pelo usuário.

Sabe aqueles links de seções de comentários e postagens de fóruns que usavam o nofollow? Agora, eles podem ser identificados com o atributo ugc. Dessa forma, assim como no sponsored, o Google pode avaliar se deve seguir e considerar aquele backlink para fins de classificação no ranking.

Segundo o Google, esse atributo só deve ser usado em seções e links do site inseridos por usuários que você não confia. Caso seja um colaborador confiável, não precisa usar.

Como o Google avalia os backlinks?

Agora, vamos entender como o Google avalia os backlinks para fazer o ranqueamento. Vale lembrar a premissa básica do algoritmo: quanto mais links de sites relevantes você receber, mais autoridade ganha. Assim, o Google entende que o seu site merece mais pontos no ranking.

Perceba, então, que a avaliação do Google considera a quantidade e a qualidade dos backlinks. E, na avaliação da qualidade, o buscador considera diversos fatores. Agora, vamos ver quais são os principais:

Quantidade de backlinks

A quantidade de backlinks que um site recebe mostra a sua popularidade na web. A lógica é a mesma de artigos científicos: um autor que recebe várias referências mostra que tem bastante autoridade na sua área.

Portanto, uma estratégia de link building deve estar sempre buscando o ganho de mais e mais backlinks. Porém, a avaliação dos backlinks não para por aí.

Diversidade de domínios

Não adianta receber milhares de backlinks, se eles vêm de apenas um ou dois sites. Pense novamente sobre a lógica dos artigos científicos. Qual autor é mais relevante: aquele que recebe várias menções em um só artigo ou aquele que recebe uma menção em vários artigos diferentes?

Com base nisso, o algoritmo do Google avalia também a diversidade de domínios que criam backlinks para um site. Um perfil de backlinks diverso mostra que a popularidade do site é verdadeira e não se concentra em apenas uma fonte.

Confiabilidade

O Google também quer saber de quem você está recebendo backlinks. Basicamente, o buscador adota o ditado “diga-me com quem andas, e te direi quem és”.

Se você recebe backlinks de sites confiáveis, que têm autoridade e são populares, o Google também passa a confiar em você. Aliás, quanto mais perto você estiver de sites confiáveis, mais confiança passa para o Google. Essa é a base do TrustRank, algoritmo que se uniu ao PageRank ao longo da evolução do buscador.

Na imagem abaixo, da Moz, você pode entender melhor como sites duvidosos prejudicam sua reputação, enquanto sites confiáveis transmitem sua autoridade, mesmo que não seja diretamente.

Portanto, não adianta ganhar vários backlinks, de diferentes domínios, se eles não tiverem qualidade aos olhos do Google. No link building, procure parceiros que tenham autoridade e popularidade para transmitir às suas páginas.

Backlinks confiáveis - Trustrank SEO

Traduzido por Proddigital Idiomas

Texto-âncora

O texto-âncora é o texto visível do link, em que o usuário clica para acessar a nova página. O Google considera esse elemento para fazer a indexação, já que o texto-âncora tende a trazer informações sobre a página de destino.

É por isso que o texto-âncora pode ser usado em tentativas de manipulação do algoritmo. Se esse texto incluir a palavra-chave em todas as vezes que o backlink aparecer na web, a página tende a se fortalecer para aquele termo.

Porém, o algoritmo do Google já evoluiu para não cair nessas manipulações. Hoje o Google entende que o texto-âncora dos backlinks, quando são naturais, tende a variar nas suas aparições, em vez de usar sempre a mesma palavra-chave exata.

Então, ao traçar a estratégia de link building, pense também no texto-âncora do backlink. É preciso utilizar textos-âncora coerentes com o contexto e com o assunto da página de destino, mas também explorar variações da palavra-chave (sinônimos, palavras relacionadas, a própria URL, entre outras).

Nicho da página

O Google entende que os backlinks devem fazer sentido no contexto em que estão inseridos. Por isso, um link para uma página sobre carros tende a ser mais coerente se estiver em uma página também sobre carros. Se estivesse em um site sobre plantas, provavelmente o leitor não estaria interessado no conteúdo da página de destino, não é?

Então, no link building, também é importante procurar parceiros que estejam dentro do seu nicho de atuação ou relacionados a ele. Pense na relevância do seu conteúdo para os visitantes que vierem dos backlinks desses parceiros.

Posição na página

A posição do backlink na página também é um dos fatores de avaliação do Google.

Links ao longo do texto (backlinks editoriais) tendem a ter mais relevância, porque foram inseridos com uma intenção pelo autor. Já os links em rodapés e cabeçalhos são muito usados para manipular o algoritmo e, por isso, tendem a ganhar menos pontos.

Dentro do próprio conteúdo, os backlinks que aparecem logo no início tendem a ser mais relevantes. O Google entende que aquele link é mais importante para o conteúdo do que aqueles que aparecem no meio do texto, com menos destaque.

O que pode prejudicar a qualidade dos backlinks?

Ter uma boa relação com sites de qualidade é um sinal positivo para o Google. Por outro lado, andar com “más companhias” pode prejudicar sua reputação no buscador.

Por isso, evite receber backlinks de sites de baixa qualidade, com conteúdos que ferem as políticas do Google.
Isso pode acontecer se você participa de esquemas de manipulação. Um exemplo são as fazendas de links: o site cria inúmeras páginas, sem conteúdo relevante, mas todas com backlinks para o mesmo site e com o mesmo texto-âncora. Essa prática pode levar a uma penalização pelo Google.

Muitas vezes, uma estratégia mal planejada de link building também pode prejudicar sua reputação. Se você selecionar parceiros de baixa qualidade, os backlinks podem fazer você perder pontos no ranking.

Além disso, o ganho excessivo de backlinks em pouco tempo também pode acender um sinal de alerta de manipulação para o Google. Então, planeje uma estratégia de link building que cresça o seu perfil de backlinks gradualmente. Mas não se preocupe se você lançar um produto e os backlinks para o seu site se multiplicarem, ok? O Google vai entender isso.

Você também pode receber backlinks de sites indesejados, que fazem spam ou que você não quer vincular ao seu site. Nesse caso, você pode pedir que o Google ignore essa menção por meio da ferramenta de Rejeitar links para o site.

Como conseguir backlinks de qualidade para o seu site?

Talvez você ainda esteja se perguntando: ok, mas como faço para conseguir backlinks de qualidade para o meu site? Não é uma tarefa fácil, e, justamente por isso, o link building pode ser o seu grande diferencial em SEO.

Primeiramente, entenda que não é possível influenciar diretamente o ganho de backlinks. Afinal, eles dependem da vontade de outros sites para criarem referências aos seus conteúdos. E, se você tentar manipular diretamente, com esquemas de links, pode sofrer penalizações.

Por isso, o que você pode fazer é influenciar o recebimento de backlinks por meio de ações que estão ao seu alcance. E a principal forma de fazer isso é ter um site de qualidade, que ofereça conteúdos interessantes e uma boa experiência ao usuário. Dessa maneira, as páginas do site ganham backlinks naturalmente, simplesmente porque são muito boas.

Além disso, você pode entrar em contato com outras marcas para produzir guest posts e criar conteúdos de co-marketing. Essas estratégias geram backlinks em sites parceiros que têm um público semelhante ao seu. Dessa forma, além do backlink, você também ganha tráfego qualificado.

Portais de notícias também são boas fontes de link building. Geralmente veículos de mídia tradicionais têm o reconhecimento do Google e bastante autoridade para transmitir. Então, você pode lançar releases com novidades relevantes sobre o seu negócio, como um novo produto ou uma nova contratação, e enviar a jornalistas e influenciadores.

Aproveite para ler nosso post completo sobre link building para conhecer todas as estratégias que recomendamos para ganhar backlinks.

Definição de parceiros

Antes de escolher parceiros e portais para a estratégia de link building, investigue bem quem são eles. Você precisa encontrar sites confiáveis para direcionar backlinks ao seu site.

Portanto, faça uma análise do site dos seus potenciais parceiros. Navegue pelas páginas, leia os conteúdos, entenda o seu público.

Analise também as métricas do site em ferramentas de SEO. Uma das melhores ferramentas para isso é a Moz, que informa a pontuação de Autoridade de Domínio e Autoridade de Página — uma forma de saber a força do site no ranking do Google.

Na negociação com os parceiros, lembre dos critérios de avaliações de backlink do Google. O backlink deve aparecer naturalmente na página, dentro do contexto do conteúdo. O texto-âncora também deve fazer sentido com o texto e com o assunto da página de destino. Vale a pena também cuidar da posição do backlink na página, de maneira que ele apareça em locais relevantes.

Ferramentas de análise de backlinks

Ferramentas de SEO oferecem uma visão completa sobre o perfil de backlinks de um site. Você pode identificar a origem dos backlinks, os textos-âncora, os links tóxicos, como foi o ganho de backlinks nos últimos meses, entre outras diversas informações.

É possível fazer essa análise sobre o seu site, mas também sobre qualquer outra página que interesse a você. Na definição de parceiros de link building, por exemplo, você pode consultar as métricas dos sites para saber se vale a pena fazer parceria com eles.

Você também pode analisar os backlinks dos concorrentes. Monitore quantos backlinks eles têm e de quais sites eles vêm, por exemplo. Dessa forma, você pode entender melhor como está a estratégia de SEO da concorrência.
A seguir, listamos algumas das principais opções de ferramentas de análise de backlinks, com versões gratuitas e pagas:

Enfim, deu para perceber que os backlinks são essenciais na estratégia de SEO, não é? Além de gerar tráfego, um bom backlink também traz autoridade para o site e aumenta o reconhecimento da marca. Portanto, eles não podem ficar de fora do seu planejamento de marketing digital.

Agora, aproveite para ler sobre E-mail Marketing e entenda também a importância dessa estratégia no marketing digital.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Proddigital Market